KPSKhenchen Pema Sherab nasceu no Tibete. Entrou muito novo para o mosteiro de Palyul, no Tibete oriental, onde tomou os votos monásticos e realizou a primeira parte dos seus estudos. Aquando da invasão do Tibete, acompanhou Kyabje Dilgo Khyentse Rinpoche na sua viagem para a Índia e, durante alguns anos, viveu no mosteiro Ogyen Kunzang Chökorling, em Darjeeling.

Em seguida, foi para o novo mosteiro de Palyul que Kyabje Penor Rinpoche, futuro chefe supremo da escola Nyingma, tinha construído no Sul da Índia e aí acabou os seus estudos de khenpo (mestre de estudos).

Khenchen Pema Sherab é considerado como um dos professores mais eruditos da escola Nyingma. Durante uma recente estada de dois anos no Tibete, reorganizou o programa de estudos do mosteiro de Palyul onde tinha vivido a sua juventude. Veio ao Ocidente pela primeira vez em 1997 e tem ensinado desde então no seminário anual de estudos avançados do Centre d’Etudes de Chanteloube, na Dordogne (França). Já veio muitas vezes a Portugal

Rinpoche é um dos maiores Khenpos Nyingma da atualidade. Os seus ensinamentos refletem um profundo conhecimento e vivência do Dharma. Graças a eles a minha compreensão de alguns dos mais difíceis aspetos da filosofia budista aprofundou-se consideravelmente.