Yongey Mingyur Rinpoche possui uma rara capacidade de apresentar a antiga sabedoria do Tibete de uma maneira fresca e envolvente. Os seus ensinamentos profundos mas acessíveis e repletos de sentido de humor atraem estudantes de todo o mundo. Possuem ainda a característica única de integrarem a experiência de Rinpoche na meditação com os resultados da investigação científica moderna.

Nascido em 1975 nas regiões fronteiriças do Himalaia entre o Tibete e o Nepal, Yongey Mingyur Rinpoche é uma estrela em ascensão entre a nova geração de mestres budistas tibetanos. Desde tenra idade, Rinpoche foi atraído para uma vida de contemplação. Ele passou muitos anos da sua infância em retiro. Aos 17 anos foi convidado para ensinar no centro retiro de três anos do seu mosteiro, um cargo raramente ocupado por um lama tão jovem. Antes de fundar uma faculdade monástica no seu principal mosteiro no norte da Índia ele também completou o treino budista tradicional em filosofia e psicologia.
mingyur117_origAlém do extenso treino na meditação e na filosofia do budismo tibetano, Mingyur Rinpoche também se interessou pela ciência e a psicologia ocidentais. Quando era ainda muito jovem teve muitos encontros com o famoso neurocientista Francisco Varela, que veio ao Nepal para aprender meditação com o pai de Rinpoche, Tulku Urgyen Rinpoche. Muitos anos mais tarde, em 2002, Mingyur Rinpoche e alguns outros meditantes de longa data foram convidados pelo Waisman Laboratory for Brain Imaging and Behavior na Universidade de Wisconsin, onde Richard Davidson, Antoine Lutz, e outros cientistas examinaram os efeitos da meditação no cérebro de meditantes avançados. Os resultados desta pesquisa inovadora foram relatados em muitas das publicações mais lidas do mundo, incluindo a National Geographic e a Time.

Atualmente, Mingyur Rinpoche ensina todo o mundo, com centros em quatro continentes. O seu humor cândido no relato das suas próprias dificuldades tornou-o  muito apreciado por milhares de estudantes de todo o mundo. O seu best-seller, A Alegria de Viver já foi traduzido para mais de 20 idiomas. Livros mais recentes são Joyful Wisdom: Embracing Change and Finding Freedom e um livro infantil ilustrado, intitulado Ziji: O filhote de cachorro que aprendeu a meditar.

Em Junho de 2011, Mingyur Rinpoche deixou o seu mosteiro em Bodhgaya para começar um retiro de 3 anos como monge errante. Esse retiro terminou a 2 de Novembro deste ano.

Biografia de Yongey Mingyur Rinpoche (em inglês)

 Conheci Rinpoche no Butão em 1992. Desde então recebi ensinamentos e iniciações dele em variadas ocasiões.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment