O poder da gratidão

A gratidão abre-nos as portas da vida. Faz com o que temos seja mais do que suficiente. Transforma a revolta em aceitação, o caos em ordem, a confusão em claridade… Transforma os problemas em dádivas, os falhanços em sucessos, o imprevisto em oportuno e os erros em acontecimentos importantes. A gratidão é um dos sentimentos mais poderosos e transformadores. Este ano, vamos transformar a nossa vida juntos!

Não é a felicidade que nos faz ser gratos; é a gratidão que nos faz ser felizes.

Steindl-Rast.

Todos temos tendência para nos focarmos mais nas coisas que nos desagradam do que nas coisas que nos fazem felizes. Os neurocientistas dizem que o nosso cérebro está programado para a sobrevivência, não para a felicidade. É por isso que grava tudo o que é visto como uma ameaça e não dá muita importância às experiências positivas.

Porém, como tudo é uma questão de hábito, é perfeitamente possível modificarmos os nossos hábitos mentais de forma deliberada. Quando nos focamos nas coisas boas da nossa vida – e há sempre algumas –, vemos que afinal temos muitas razões para nos sentirmos felizes.

Depois de dois anos atípicos e desafiantes, 2022 está a começar e depende de nós fazer dele a continuação dos outros ou um ano de transformação e crescimento.

Enquanto seres sociais, aquilo que fazemos com e por alguém dá-nos mais satisfação e tem mais chances de sucesso. Quando nos apoiamos uns aos outros, os resultados são melhores. E quando o que fazemos é útil aos outros, essa motivação faz-nos ultrapassar todos os obstáculos.

Então, está pronto/a para o desafio de fazer de 2022 trezentos e sessenta e cinco dias de gratidão? E fazê-lo comigo e com quem se quiser juntar?

365 DIAS DE GRATIDÃO

Quer juntar-se a nós para experimentar o poder transformador da gratidão e realmente mudar a sua vida? Alie a sua motivação à nossa para que todos possamos fazer de 2022 o melhor ano de sempre. 

Inscreva-se

This Post Has 5 Comments

  1. Filipa pias

    Olá, Boa noite, Bom Ano,
    Muito obrigada pelo convite.

    “Não é a felicidade que nos faz ser gratos; é a gratidão que nos faz ser felizes.” Steindl-Rast.

    Gosto muito desta frase do Monge beneditino fundador da global network for grateful living, acompanha-me, acredito profundamente que é assim e tenho imensa vontade em participar em algo colectivo, de poder contribuir.
    Bem Haja,
    Filipa

    1. TsePal

      Olá Filipa, que bom! Bem-vinda! Em breve haverá mais notícias. Obrigada.

  2. Lisa Schroder

    Gostava de saber como vai funcionar e em que formato para, cada um de nós, ser um campo eletromagnético contagiante em esperança e gratidão

    1. TsePal

      Olá Lisa, eu também ainda estou a pensar como fazer… haverá áudio, vídeo, talvez zoom… talvez outras coisas. É um projeto e ainda está a crescer. Aceitam-se sugestões 🙂

  3. Alexandra

    Olá, Tsering!

    Grata por poder fazer parte!

Deixe uma resposta