Amor 24h por dia

Se, por um lado temos tido menos contacto com os nossos entes queridos, temos tido muito mais contacto com aqueles com quem partilhamos o nosso espaço, cônjuges, filhos, pais, irmãos...…

0 Comments

A sós com os pensamentos

Não estamos habituados a passar tanto tempo connosco. As variadas ocupações e distrações da nossa vida habitual protegem-nos dos pensamentos recorrentes, do stress, das ruminações. Na atual situação, em que…

0 Comments

Merecemos perdoar

Às vezes não conseguimos esquecer, e muito menos perdoar, o mal que achamos que nos foi feito. Mantemos vivas essas memórias dolorosas e deixamos que rodem na nossa mente como roupa no tambor da máquina. E, enquanto assim fazemos, sofremos.

1 Comment

A linha que nos separa

Como valorizamos o nosso bem-estar em relação ao dos outros? Onde assentar a base para o respeito e como cultivá-lo ativamente. Um método ancestral e muito simples.

0 Comments

A realidade que vemos

De acordo com os ensinamentos de Buda, a natureza da realidade é a produção em interdependência. Nenhum fenómeno ou objeto existe por si próprio, nenhum possui qualidades ou características próprias, inerentes e intrínsecas.

0 Comments

A vida é um sonho

Estamos tão presos na nossa teia espácio-temporal que todas as nossas experiências ou momentos conscientes são sempre referenciados. Isto passou-se depois daquilo; desloquei-me daqui para ali; estou a Norte ou a Sul; antes ou depois.

0 Comments

A consciência da impermanência

“Todos os fenómenos compostos são impermanentes” – eis uma afirmação que, quando integrada à nossa forma de viver, faz de nós budistas praticantes e, ao mesmo tempo, pessoas mais realistas, mais adaptadas à forma como as coisas são de facto.

0 Comments

Viver no presente, planear o futuro

Quando ouvimos falar de “viver no momento presente”, temos às vezes esta dúvida: se a única coisa real é o momento presente, como posso fazer planos para o futuro? Viver no presente não significa que não possamos fazer planos.

0 Comments

Ser um com a experiência

Às vezes as nuvens que ensombram a nossa experiência com um véu de separação dissipam-se num breve momento. Sentimo-nos parte de um todo, como uma gota de água cuja existência se fundiu no oceano. Estamos no fluxo, ou como dizem os americanos “we got in the zone”.

0 Comments